estomatite-infantil-laser-resolve-innovara-odontologia-1200x630.png

No artigo de hoje falaremos sobre uma doença muito comum em bebês e crianças pequenas: a estomatite.

O que é estomatite?

A estomatite infantil ou estomatite herpética primária é uma infecção viral bastante comum e traumática para as crianças. É caracterizada por muitas feridas bucais, febre e mal-estar, que impossibilitam a criança de se alimentar, impactando muito sua saúde e sua qualidade de vida.

A prevalência ocorre em bebês e na faixa etária de 1 a 5 anos, quando as crianças ingressam nas escolas, apresentam baixa imunidade ou estão sob forte stress.

O primeiro episódio desta infecção viral é sempre pior e depois o vírus fica alojado até uma nova diminuição da imunidade para se manifestar. Essa lesões são muito dolorosas em toda a boca, podendo se espalhar até a garganta. Geralmente a criança que tem gengivoestomatite herpética primária, terá Herpes quando adulto.

Outras infecções virais comuns e muito semelhantes às estomatites, são a doença mão-pé-boca e a herpangina. Ambas são causadas pelo vírus Coxsackie e cursam com febre alta e lesões dolorosas na boca.

Portanto, se você notar o aparecimento da estomatite infantil em um desses lugares na boca do seu filho, recomendamos que procure imediatamente um dentista especializado para evitar a proliferação e aumento do desconforto.

Qual o papel do laser na estomatite infantil?

A fotobiomodulação, conhecida como laserterapia, tem se mostrado extremamente eficaz no controle imediato da dor causada pela estomatite infantil, devido ao potencial analgésico e anti-inflamatório, além de acelerar a cicatrização das lesões e a recuperação rápida das crianças, quando comparada aos tratamentos convencionais.

O tratamento com laser não dói, apresenta resultados rápidos e a Luz é bastante atrativa para as crianças aceitarem os tratamentos.

Existe algo mais preocupante para uma mãe do que ver seu pequeno sofrendo e sem se alimentar?

O diagnóstico precoce dessas doenças é sempre a melhor solução. Procure um odontopediatra especializado que realizará uma avaliação, diagnóstico e o melhor planejamento para a Laserterapia, que é sem dúvidas, o melhor tratamento para o seu filho(a).

Venha conhecer a Innovara, clínica odontológica na Barra da Tijuca, e traga toda a sua família para exames de rotina que poderão ajudar na prevenção e tratamento de várias doenças. Esperamos você aqui!


innovara-postblog16-07-1200x630.png

Mamãe, você sabia que os primeiros cuidados odontológicos do seu pequeno devem começar ainda na gestação? É nela que você aprenderá a criar bons hábitos diários para a saúde do seu bebê, além de saber como manter essa rotina ao longo dos anos, tornando a infância e a adolescência do seu filho cheia de saúde e sem complicações bucais.

Além das consultas regulares ao dentista, você também pode acompanhar as nossas dicas aqui no blog. No artigo de hoje, por exemplo, falaremos sobre a odontopediatria com laser. Você já ouviu falar nessa novidade? É uma tecnologia que utiliza a luz laser para trazer inúmeros benefícios terapêuticos e preventivos para as crianças.

Os lasers ganham destaque por apresentarem muitos benefícios, podendo ser associados ou não aos tratamentos convencionais. Ainda são poucas as clínicas que oferecem essa tecnologia e a Innovara é uma delas. Estamos sempre nos atualizando para oferecer o melhor para você e seu filho(a).

Tipos de laser usados na Odontopediatria

Ao realizar os procedimentos, o especialista deve avaliar a condição clínica e fazer um correto diagnóstico, a fim de indicar qual equipamento utilizar: o de baixa ou de alta potência.

O Laser de baixa potência possui ação terapêutica com efeitos analgésico, anti-inflamatório e biomodulador, que acelera a reparação tecidual, podendo ser utilizado até mesmo em bebês. É ideal para tratar estomatites, herpes, aftas, mucosite oral, queilite angular e reduzir a dor da pré-erupção dentária.

A Laserterapia apresenta uma série de mecanismos de ação para controle da dor, modulação do processo inflamatório e reparo, envolvendo o aumento da circulação local e ativação das células de defesa.

Já o Laser de alta potência, é utilizado em cirurgias, o que possibilita a necessidade de menos anestesia e menor sangramento, além de um pós-operatório livre de dor com um tempo menor de cicatrização. É indicado nas frenectomias, para remoção dos freios bucal e lingual, frenotomias, ulotomias, remoção de mucoceles e outras.

A remoção de freios bucais e linguais de bebês e crianças através da lasercirurgia possibilita um procedimento mais simples, rápido e confortável, quando comparado ao método convencional.

Onde encontrar Odontopediatria com laser

Viu como são inúmeros os benefícios dos lasers na odontopediatria? Eles são muito bem aceitos pelas crianças e suas famílias.

Na Innovara Odontologia Moderna, clínica odontológica na Barra da Tijuca, os pequenos se divertem desde a sala de espera até o atendimento. Sim, tem uma mini brinquedoteca em nosso consultório só para eles! Isso faz a familiaridade estar presente no cotidiano, tornando a ida ao dentista algo saudável, sem traumas, com conforto e ao mesmo tempo divertido. Venham nos fazer uma visita! “É divertido Sorrir!”

No próximo artigo falaremos sobre a estomatite infantil. Assine nossa newsletter, siga-nos nas redes sociais e não perca nossos conteúdos! 😉


innovara-postblog29-06-2-1200x628.png

No último artigo falamos sobre os benefícios do laser na odontologia. Hoje vamos falar sobre um tema mais específico, que diferencia os tipos de laser entre alta ou baixa potência, para que você entenda em quais casos cada um é indicado e utilizado de acordo com cada especialidade odontológica.

Como já dissemos anteriormente, a laserterapia é um tratamento minimamente invasivo, sem efeitos colaterais, que vem sendo muito utilizado em diversas áreas da saúde, incluindo a Odontologia.

Laser de baixa potência

O laser de baixa potência atua em nível celular, proporcionando ações anti-inflamatórias, analgésicas, biomoduladoras e antimicrobianas, capazes de combater bactérias, vírus e fungos através da PDT. Os procedimentos realizados com esse tipo de laser também podem tornar o tratamento menos doloroso para o paciente, pois agiliza a reparação tecidual.

A utilização clínica do laser de baixa potência pode ser recomendada nos seguintes casos:

  • Estomatite infantil: lesão e inflamação na cavidade bucal causadas por vírus;
  • Mucosite Oral: inflamação das mucosas da boca e/ou trato gastrointestinal semelhantes a aftas oriundas dos tratamentos oncológicos;
  • Xerostomia: sensação de boca seca devido a secreção insuficiente ou nula de saliva na boca;
  • Aftas e Herpes: lesões na cavidade oral que causam muita dor;
  • Dores orofaciais: acometem a região da boca, face, cabeça e pescoço, e apresentam causas diversas;
  • Parestesia: sensações de formigamento, frio, calor, agulhadas e pressões em locais sem estimulação;
  • Paralisia Facial: remete à perda de movimentos da face;
  • Hipersensibilidade: dentes sensíveis à alimentos e bebidas geladas ou quentes;
  • Trismo: pequena abertura bucal por paralisação involuntária dos músculos mastigatórios;
  • Doenças autoimunes: ocorre quando o sistema imunológico ataca células saudáveis. Lesões de líquen plano, pênfigo, penfigóide bolhoso e outras, podem estar presentes em toda a boca.

Laser de alta potência

O laser de alta potência possui teor cirúrgico, sendo capaz de substituir o bisturi e realizar cortes teciduais sem sangramento e dor. Também oferece uma cicatrização mais rápida e menos dolorosa, fazendo com que o tratamento seja muito bem indicado para pessoas que possuem medo de tratamentos odontológicos, principalmente de cirurgias.

O laser de Diodo de alta potência é recomendado nos seguintes procedimentos:

  • Frenectomia: pequena cirurgia que consiste em cortar/remover o freio labial ou lingual;
  • Gengivoplastia: elimina o excesso de tecido gengival;
  • Biópsias: procedimento cirúrgico que consiste em colher amostras de tecidos ou células para estudo em laboratório;
  • Cirurgia pré-protética: Prepara a região ao redor do dente que receberá uma prótese;
  • Redução microbiana: reduz bactérias em cirurgias, nos tratamentos de periodontia e endodontia;
  • Lesões incipientes de cárie (manchas brancas).

Antes de realizar qualquer tratamento odontológico com laser, seja ele de baixa ou alta potência, é necessária uma avaliação e um preciso diagnóstico. Consulte um dentista habilitado e com experiência no uso dos Lasers para realizar os exames necessários e para que seja identificado o problema exato a ser solucionado.

Aqui na Innovara, clínica odontológica na Barra da Tijuca, realizamos todos esses procedimentos com laser. Para agendar a sua consulta, entre em contato através de um de nossos telefones: (21) 2486 3932 | (21) 2143 0898 | (21) 99965 0372. Esperamos por você!


innovara-postblog18-06-1200x628.png

No universo da odontologia existem diversas especialidades que, apesar de tratarem problemas diferentes, possuem a mesma finalidade: promover o bem-estar e a saúde bucal do paciente. Hoje nós vamos falar aqui no blog como o laser é utilizado na odontologia e quais são os benefícios que ele pode oferecer ao ser incluído em tratamentos odontológicos.

A origem do laser

Para que você entenda desde o conceito até os benefícios provenientes do seu uso, é importante conhecer ao pé da letra. A palavra laser tem origem inglesa e é a abreviação de (Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation), isso quer dizer amplificação de luz estimulada pela emissão de radiação.

Essa tecnologia vem sendo utilizada em diversas áreas da saúde e na odontologia já é uma realidade, capaz de estimular a fotobiomodulação (interação da luz com os tecidos do corpo humano, que promove o aumento do metabolismo celular).

Ficou curioso(a) para conhecer os demais benefícios? Continue acompanhando! 😉

Benefícios do laser

Ao ser utilizado na odontologia, o laser também pode ter caráter terapêutico, como na Laserterapia. Seus efeitos biológicos e clínicos são extremamente benéficos para o paciente, pois podem acelerar o tempo de cicatrização e reduzir o uso de analgésicos, o que torna os tratamentos odontológicos mais rápidos e confortáveis.

O laser também pode ser utilizado para aliviar a dor causada por alguns procedimentos, principalmente nos pré e pós-operatórios. Se para nós, adultos, isso é uma ótima notícia, imagine para as crianças? Ir ao dentista se tornará muito mais divertido e simples!

Aplicações clínicas do laser

A aplicação do laser pode ser útil em diversas condições clínicas, incluindo cirurgias. Confira alguns exemplos:

  • Estomatite infantil;
  • Mucosite Oral;
  • Xerostomia;
  • Aftas e Herpes;
  • Dores orofaciais;
  • Parestesia;
  • Paralisia Facial;
  • Hipersensibilidade dentinária;
  • Movimentação ortodôntica;
  • Colocação de Implantes;
  • Trismo;
  • Lesões orais/Doenças autoimunes;
  • Frenectomias;
  • Gengivoplastia;
  • Remoção de Cárie;
  • Redução microbiana.

Tiramos as suas dúvidas? Então não perca o nosso próximo artigo! Falaremos sobre as diferenças entre os lasers de alta e baixa potência. Aqui em nosso blog você também encontra uma entrevista exclusiva realizada com a Dra. Tatiana Franco sobre a odontologia com laser.

Ficou interessado em realizar algum procedimento a laser aqui na Innovara, clínica odontológica na Barra da Tijuca? Esperamos você! Tel: (21) 2486 3932 | (21) 2143 0898 | (21) 99965 0372. Atendemos de segunda a sexta, das 8h às 18h.


2203post-dentedeleite-embed-1200x628.png

março 22, 2019 R-Crio

Preservar as células-tronco é uma medida cada vez mais adotada por pais que se preocupam com o futuro e com a saúde de seus filhos. Os dentes de leite têm uma relação direta com essa prática, pois eles possuem células-tronco na região chamada de polpa, área interna do dente.

Ao congelar e armazenar as células-tronco dos dentes de leite da criança em uma clínica especializada em criogenia, os pais estão garantindo uma importante fonte terapêutica para o futuro, já que estas células podem ser usadas para promover a reparação de diversos tipos de tecidos.

Uma das práticas mais comuns no exterior é empregar as células-tronco dentais para o tratamento do lábio leporino, condição na qual a criança nasce com uma abertura no lábio ou no palato. Mas, além disso, é provável que, no futuro, essas mesmas células possam ser usadas também no tratamento de várias doenças degenerativas, entre elas o Alzheimer.

O avanço das pesquisas sobre células-tronco do dente de leite

As pesquisas sobre o potencial das células-tronco dos dentes de leite já estão bastante avançadas, mas ainda será necessário esperar ao menos uma década para que os primeiros tratamentos estejam disponíveis à população.

Para os pais que optam pelo congelamento destas células no presente, isso significa ter um rico material para o tratamento de doenças no futuro. Uma vantagem da criogenia das células-tronco dentais é que o procedimento é mais barato do que a preservação e armazenamento das células provenientes do cordão umbilical, por exemplo. Além disso, as células-tronco apresentam maior poder de multiplicação e aplicabilidade em diversas doenças, ao contrário das células do cordão, que só poderão ser utilizadas para o tratamento de doenças do sangue.

Além disso, o congelamento das células-tronco da polpa dos dentes de leite também é um procedimento prático e simples. Para fazer o processo, além da taxa inicial de congelamento do material, os pais também precisam arcar com um valor anual de manutenção.

Por que congelar a polpa do dente de leite?

Depois de congelada, a polpa do dente de leite pode ficar armazenada por um tempo indeterminado, permitindo que o cliente use o material a qualquer momento em que for necessário. De acordo com especialistas em criogenia, estas células apresentam características semelhantes às células embrionárias e, por isso, têm excelente capacidade de diferenciação, ou seja, podem se transformar em outros tipos de células.

Os pais que congelam a polpa do dente de leite de seus filhos estão investindo em saúde e qualidade de vida, pois essas células têm um enorme potencial para a multiplicação e, certamente, serão muito importantes em tratamentos terapêuticos do futuro. O ideal é que esse congelamento aconteça, preferencialmente, no período que vai dos 5 aos 12 anos de idade.

Parceria entre a Innovara e a R-Crio

Para tornar o acesso à criogenia mais amplo, a Innovara firmou uma parceria com a R-Crio. Com isso, os pais podem trazer seus filhos para realizar a extração dos dentes de leite na Innovara, que, em seguida, enviará o material para congelamento na R-Crio.

É importante ressaltar que a extração do dente precisa ser feita em ambiente controlado e esterilizado, a fim de garantir a boa condição e a preservação da polpa. Assim que é removido, o dente já precisa ser acondicionado em um tubo e mantido resfriado até chegar à clínica de criogenia, onde será conservado no nitrogênio líquido.

Outra informação importante é que os centros de criogenia e os bancos de dentes precisam ter autorização de funcionamento emitida pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

A R-Crio é um Laboratório para armazenamento e preservação de células-tronco situado na cidade de Campinas-SP e apresenta todas as certificações necessárias para o controle seguro de qualidade. A Innovara Odontologia Moderna é credenciada pela R-Crio e possui odontopediatras especializadas em fazer a coleta e o envio do material genético.

Se você deseja receber mais informações sobre o tema e pretende realizar o congelamento e armazenamento das células-tronco dos dentes de leite do seu filho, entre em contato com a equipe da Innovara!


post-ortognatica-embed-1200x628.png

março 15, 2019 Uncategorized

A cirurgia ortognática consiste em alterar a posição do maxilar, de forma a criar mais harmonia facial e aprimorar esteticamente a aparência do paciente. Esse tipo de procedimento é indicado para pessoas que não apresentam uma boa relação entre os maxilares (superior e inferior), resultando em prejuízos funcionais e estéticos — as chamadas deformidades dentofaciais.

A desarmonia facial pode se apresentar em diferentes graus. Por isso, a avaliação de um ortodontista e de um dentista especializado em cirurgia ortognática é fundamental para indicar a real necessidade da realização desse procedimento, para que se alcance uma reabilitação funcional das bases ósseas da face.

Com a cirurgia, é possível reposicionar os maxilares, criando uma melhor condição para a oclusão do paciente. Além disso, o procedimento também garante mais proporcionalidade ao rosto, melhorando a autoestima e a autoconfiança.

De acordo com especialistas em cirurgia bucomaxilofacial, o principal objetivo da cirurgia ortognática é proporcionar mais qualidade de vida e bem-estar aos pacientes. O tratamento é bastante funcional, mas precisa ser combinado ao uso de aparelho ortodôntico para que o resultado seja realmente eficaz e satisfatório.

O tratamento ortodôntico é feito antes ou depois da cirurgia, ou seja, o paciente precisa usar o aparelho fixo, seguindo as orientações do dentista responsável.

Para quem a cirurgia ortognática é indicada?

Muitos casos de assimetria facial podem ser tratados com a cirurgia ortognática. Em geral, os especialistas recomendam o procedimento para pacientes que apresentam crescimento anormal dos ossos da face ou do maxilar, ou queixo e mandíbula muito acentuados.

A cirurgia ortognática pode ser realizada em pacientes com mais de 17 anos de idade, com a função de reparar faces desproporcionais. O procedimento também é fundamental para corrigir problemas de mastigação e ajuda a prevenir danos às articulações temporomandibulares.

Planejamento da cirurgia ortognática

Além de ser importante fazer a cirurgia com um profissional realmente especializado e experiente, o bom resultado do procedimento também está atrelado à qualidade do planejamento prévio da cirurgia.

O paciente precisa ser avaliado de forma cuidadosa e deve realizar exames de imagem e laboratoriais antes do procedimento. Os cirurgiões costumam fazer um planejamento virtual do tratamento, o que garante mais previsibilidade para os resultados.

Nesta fase, o profissional utiliza tecnologia de ponta para planejar o procedimento com precisão e para garantir ao paciente uma ideia de como seu rosto ficará após a cirurgia.

Na realização do procedimento cirúrgico, o paciente pode ficar até 4 horas em cirurgia, dependendo da complexidade de cada caso. É importante ressaltar que a cirurgia ortognática não deixa cicatrizes visíveis. Sendo assim, o paciente terá um resultado harmonioso e de alta qualidade.

Informações importantes sobre cirurgia ortognática

Durante a cirurgia, são realizadas alterações nas estruturas da mandíbula e da maxila, com foco em aprimorar as funções mastigatórias e garantir melhores condições para as articulações temporomandibulares. Após a cirurgia, recomenda-se que o paciente fique em repouso por aproximadamente 15 dias e que mantenha uma alimentação líquida e pastosa até a completa recuperação.

Como mencionado, o uso prévio do aparelho ortodôntico é essencial para este procedimento, pois reduz o tempo de tratamento e oferece melhores resultados estéticos. Depois do procedimento, o paciente continua usando o aparelho fixo. Em alguns casos, a recomendação do ortodontista é para que o tratamento ortodôntico prossiga por, pelo menos, mais 12 meses.

Os resultados da cirurgia ortognática são muito positivos, pois trazem mais beleza e harmonia facial. Além disso, o tratamento também evita o desenvolvimento de problemas de saúde relacionados às alterações temporomandibulares, como, por exemplo, a apneia obstrutiva do sono, a artrose das articulações, a retração das gengivas etc.

Fale com a equipe da Innovara!

A Innovara Odontologia Moderna tem cirurgiões especializados em procedimentos que tratam condições relacionadas aos dentes e ossos da região da face, inclusive a cirurgia ortognática, que corrige deformidades dentofaciais. Agende uma avaliação e melhore sua aparência e qualidade de vida!


27-02post-safira-embed-1200x628.png

fevereiro 27, 2019 Ortodontia

Ao falar sobre ortodontia, muitas pessoas ainda relacionam a área apenas aos tradicionais aparelhos fixos, mas, na verdade, hoje, os tratamentos ortodônticos já são bastante sofisticados e diversificados.

Duas soluções inovadoras e que vêm sendo bastante indicadas pelos ortodontistas para movimentar e fazer a correção do posicionamento dos dentes: são o Invisalign e os Aparelhos de Safira. Vamos citar aqui estas duas técnicas, além de explicar por que são eficazes e confortáveis no tratamento ortodôntico. Confira!

Diferenciais do tratamento ortodôntico com Invisalign

O tratamento de correção dos dentes com Invisalign é feito por meio de um escaneamento personalizado digital das arcadas dentárias do paciente, substituindo a técnica de moldagem convencional. Para isso, é utilizada a melhor tecnologia para capturar uma imagem em 3D dos dentes do paciente, com o máximo de precisão.

O scanner utilizado para o procedimento se chama iTero Element®. Com base nas informações obtidas com o uso deste aparelho, o ortodontista solicita a confecção de uma série de alinhadores personalizados que serão utilizados durante todo o tratamento.
Além de serem móveis, quase transparentes e mais confortáveis, os alinhadores Invisalign também garantem resultados mais rápidos, reduzindo de forma significativa o tempo do tratamento.

O Invisalign pode ser usado para corrigir problemas como diastema (dentes separados), sobremordida, mordida aberta, dentes apinhados, prognatismo, mordida cruzada e outros. Mais de 6 milhões de pessoas já transformaram seus sorrisos com os alinhadores Invisalign no mundo.

É necessário sempre uma avaliação cuidadosa e um diagnóstico correto, a fim de saber se é realmente indicado para você. O invisalign teen, pode ser indicado para adolescentes, para quem a estética é um fator importante para a adesão ao tratamento, além de outras vantagens que o Invisalign apresenta. Dentre elas, podemos citar:

    – são alinhadores móveis, confortáveis e quase invisíveis;
    – a higiene bucal é facilitada, possibilitando melhor controle das doenças cárie e periodontal;
    – possibilita um menor tempo de tratamento;
    – melhor aceitação dos pacientes;
    – muito estético;
    – desenvolvido por moderna tecnologia digital;
    – é possível ter mais controle sobre a movimentação dos dentes durante o tratamento.

Por causa dos ajustes que são feitos em cada alinhador, o tratamento completo pode ser até 50% mais rápido do que os métodos convencionais. A tecnologia do Invisalign é bastante inovadora e até revolucionária dentro do universo da ortodontia, pois garante dentes bem posicionados em menos tempo, com muita previsibilidade nos resultados e mais confiança para o paciente. É por isso que o Invisalignjá é o aparelho transparente líder do segmento no mundo!

Diferenciais do tratamento ortodôntico com Aparelho Fixo de Safira

O aparelho fixo de safira também é uma importante inovação na área ortodôntica. É estético, devido aos bráquetes serem transparentes quando comparados aos metálicos, e oferece mais discrição aos pacientes.

O aparelho é fixo e confeccionado com bráquetes de um dos minerais mais resistentes do mundo, a safira. O resultado estético é um dos principais benefícios deste aparelho, pois seu nível de transparência é elevado, garantindo a autoestima do paciente durante todo o período do tratamento.

É um aparelho com contornos perfeitos e com índice elevado de polimento. Os cristais de safira são usados para a composição dos bráquetes, que se tornam praticamente imperceptíveis no sorriso.

Além disso, os aparelhos de safira causam menos atritos, são mais resistentes, dispensam o uso das borrachinhas entre os bráquetes e não incomodam tanto quanto os aparelhos convencionais.

Se quiser saber mais, marque uma avaliação com a Ortodontista da Innovara agora mesmo e inicie o seu tratamento com as melhores tecnologias disponíveis no mercado odontológico!


post-tecnicasdeclareamento-embed-1200x628.png

fevereiro 19, 2019 Odontologia Estética

A moderna odontologia estética oferece algumas técnicas de clareamento dental que têm a capacidade de revolucionar um sorriso. O melhor tratamento precisa ser definido pelo dentista especializado, com base nas características individuais da pessoa.

Em geral, as técnicas de clareamento dental agem sobre o esmalte do dente e sua estrutura mineral, fazendo com que ocorra a correta difusão dos clareadores. Existem duas técnicas bastante difundidas e conhecidas entre as pessoas. São elas: o clareamento dental domiciliar ou caseiro com autoaplicação dos produtos em casa e o clareamento feito em consultório. As técnicas associadas também são muito recomendadas em alguns casos e são altamente eficazes para quem deseja obter um sorriso mais branco, livre de manchas e pigmentos, radiante e com uma bela estética.

Na odontologia, o clareamento dental é considerado uma técnica conservadora, de custo acessível, que torna a aparência do sorriso mais bonita e que tem uma realização simples e rápida. Os resultados obtidos após o clareamento dental variam entre as pessoas, por isso é tão importante que bons diagnóstico e avaliação sejam realizados antes de efetuar a técnica. Conhecer a estrutura do tecido dental do paciente e as verdadeiras causas do escurecimento e das manchas presentes é fundamental para resultados mais previsíveis.

Conheça as técnicas de clareamento dental

As técnicas de clareamento dental são realizadas com um gel clareador à base de peróxido de hidrogênio ou de carbamida (em diferentes concentrações). Na realizada em consultório, pode ser fotoativado, quando se utiliza a luz LED azul ou violeta associada, a fim de acelerar o tempo do procedimento, trazendo maior conforto ao paciente. A laserterapia deve ser realizada antes e após o clareamento de consultório, principalmente nos casos de hipersensibilidade dentinária já existente e também de acordo com a necessidade de cada paciente. Vale lembrar que o dentista é o responsável por determinar a concentração do gel, a técnica mais apropriada, o tempo de uso do produto ou o número de sessões a serem realizadas. Portanto, todo o tratamento deve ser realizado sob a sua supervisão. Veja como as diferentes técnicas funcionam:

Clareamento dental domiciliar ou caseiro- O clareamento dental feito em casa, seguindo as orientações do dentista responsável, é absolutamente seguro e eficaz. O dentista confecciona uma moldeira a partir de modelos da boca do paciente e a entrega juntamente com a quantidade de gel a ser usado em casa pelo tempo necessário. A concentração do gel é geralmente mais baixa e sua ação é mais lenta, porém os resultados são obtidos com sucesso. Hoje em dia, é recomendado que os pacientes utilizem a moldeira com o gel clareador de 30 min a 1h por dia, tempo suficiente para bons resultados e menor sensibilidade. Os resultados satisfatórios podem aparecer em até 3 semanas ou de acordo com o tempo estabelecido pelo dentista para o tratamento.

Clareamento dental realizado no consultório- O clareamento realizado no consultório apresenta resultados mais rápidos, motivando logo o paciente. Além disso, é muito seguro, confortável e não depende da colaboração do paciente. Pode ser realizado com ou sem a presença de luz. O clareamento a laser, muito falado por aí, ainda não existe no Brasil, pois depende de um equipamento específico. As luzes utilizadas nessa técnica são LEDs com determinado comprimento de onda, que podem colaborar durante todo o processo. Não é apenas falso marketing, há evidências científicas comprovando a sua utilização. Estudos clínicos estão sendo realizados sem a presença do gel, com apenas a luz violeta promovendo a quebra dos pigmentos da estrutura dental, clareando os dentes com menor sensibilidade.

Clareamento dental combinado- As duas técnicas podem ser associadas durante o tratamento de clareamento dental, a depender das características individuais de cada paciente, correto diagnóstico, cor dos dentes, origem das manchas, hipersensibilidade etc.

Diferenças entre as técnicas de clareamento dental

Como é possível perceber, existem vantagens e desvantagens entre a técnica de clareamento dental caseira e a realizada em consultório. O mais importante é procurar um profissional atualizado e expert nas várias técnicas, a fim de que o tratamento possa trazer bons resultados, sem dor ou desconforto, satisfazendo o paciente. A tecnologia vem para agregar, mas não são todos os dentistas que acreditam ou utilizam. Assim, vale conhecer e fazer com alguém que, além de estudar o assunto, possa oferecer vantagens e garantir o famoso e esperado sorriso de artista.

Cuidados necessários após o clareamento dental

A redução do consumo de bebidas e alimentos com muito corante e do hábito de fumar não é necessária como dizem. Uma vez realizado o clareamento, os pigmentos são eliminados da estrutura dental, e o tempo de permanência da cor branca também depende da técnica e de cada caso individualmente. Independentemente da técnica escolhida, é fundamental alertar os pacientes que os cuidados de higiene bucal devem ser ótimos e as visitas ao dentista, regulares. Os dentes não ficarão brancos para o resto da vida.

Converse com seu dentista após o clareamento, sobre quanto tempo os dentes permanecerão brancos e quando deve retornar para um novo clareamento. Para saber mais sobre as técnicas de clareamento dental e qual a mais indicada pra você, basta conversar com a equipe da Innovara Odontologia Moderna!


post-pacientecancer-embed-1200x628.png

fevereiro 4, 2019 Odontologia Oncológica

Lembrando que no dia 04/02 é comemorado o Dia Mundial do Câncer, citamos aqui algumas informações importantes sobre o impacto das terapias contra o câncer na boca dos pacientes submetidos a esses tratamentos.

Sabemos hoje que mais de 9 milhões de pessoas morrem em todo o mundo devido aos diversos tipos da doença e, até 2030, deve ser a principal causa de morte. Um dos principais problemas é que, muitas vezes, a doença é diagnosticada muito tarde. Por isso, o Dia Mundial do Câncer visa conscientizar sobre o diagnóstico precoce e as causas do câncer, que são muitas e podem estar relacionadas ao meio ambiente (hábitos e costumes) ou à predisposição genética.

A cada dia, as pesquisas científicas vêm demonstrando a necessidade de o paciente ser acompanhado por um dentista especializado antes, durante e após os tratamentos de Quimioterapia, Radioterapia de cabeça e pescoço e Transplante de medula óssea, a fim de se prevenir possíveis complicações e agravos bucais, que muito comprometem a qualidade de vida do paciente e até o resultado do tratamento. As complicações orais podem ser evitadas e minimizadas se medidas preventivas forem instituídas precocemente.

O tratamento quimioterápico pode exercer um papel importante no controle ou cura dos diversos tipos de câncer, mas, apesar de todos os benefícios, muitas são as sequelas que esse tratamento pode acarretar, uma vez que o agente quimioterápico não age somente nas células neoplásicas, mas também nos tecidos normais.

A complicação denominada osteonecrose dos maxilares em pacientes com mieloma múltiplo, câncer de mama e próstata com metástase óssea e que fazem uso de bifosfonatos pode ser evitada com uma boa orientação odontológica prévia ao tratamento.

Assim, os pacientes que irão iniciar o tratamento com bifosfonato devem ser informados pelos oncologistas ou dentistas sobre os riscos dessa complicação a fim de preveni-la da melhor forma. Quando o paciente é devidamente orientado pelo seu médico e sua equipe sobre os riscos e cuidados necessários com a cavidade oral, ele aceita bem o acompanhamento do dentista durante todo o tratamento do câncer. Medidas efetivas nos cuidados de higiene oral devem ser implementadas pelo profissional, e alguns procedimentos devem ser realizados antes do início da terapia antineoplásica.

Os principais efeitos colaterais da Quimio e/ou da Radioterapia de cabeça e pescoço na cavidade oral são o aparecimento de lesões inflamatórias e infecciosas, como a mucosite oral, candidíase, herpes, cáries de radiação, além de necroses ósseas, como a osteonecrose e a osteorradionecrose. Alterações salivares e xerostomia (boca seca) também são muito prevalentes, levando ao aparecimento de cáries, doenças periodontais e predispondo as mucosas ao aparecimento de lesões. É muito importante que o dentista avalie a chance do desenvolvimento de xerostomia, mediante a terapia escolhida e que medidas para prevenção e controle sejam tomadas com o objetivo de contribuir ao máximo com o bem-estar e qualidade de vida do paciente.

A mucosite oral é a mais prevalente lesão inflamatória nas mucosas da boca, podendo aparecer como uma simples hiperemia e evoluir para ulcerações dolorosas, semelhantes às aftas. As lesões ulceradas podem gerar infecções sistêmicas, dificuldade de comer, engolir e até de falar, prejudicando muito o tratamento e a qualidade de vida do paciente.

A Fotobiomodulação ou Laserterapia é uma importante ferramenta que utiliza a Luz, entregando energia diretamente às células teciduais, que sofrerão injúria durante a Quimioterapia e Radioterapia, possibilitando o controle da inflamação e dor, acelerando a cicatrização.

A terapia com laser de baixa potência é um dos tratamentos mais recentes e promissores e tem demonstrado reduzir a gravidade e a duração da mucosite oral, aliviando a dor significativamente. A Associação Multinacional de Cuidados de suporte em Câncer (MASCC) e a Sociedade Internacional de Oncologia Oral (ISOO) publicaram recentemente orientações para a prevenção da mucosite oral. A intervenção foi recomendada em pacientes recebendo transplante de células-tronco hematopoéticas com ou sem irradiação de corpo inteiro (nível de evidência II) e em pacientes que receberam radioterapia de cabeça e pescoço sem quimioterapia concomitante (nível de evidência III).

Já está claro que a severidade das lesões orais depende de vários fatores, como a idade do paciente, o tipo de câncer, as condições da mucosa oral anteriormente ao tratamento quimioterápico e radioterápico e o nível de cuidado oral realizado durante o tratamento. Há casos em que será necessário muito tempo para estabilização da condição oral e o dentista precisa discutir com a equipe médica como isso afetará o momento do tratamento ou os protocolos estabelecidos para o paciente.

O profissional inovador deve apresentar uma visão transdisciplinar, discutindo sempre com médicos e outros especialistas qual o melhor tratamento odontológico a ser eleito antes, durante e após o tratamento do câncer, somando competências no cuidado com a saúde global do paciente oncológico pediátrico e adulto. O tratamento odontológico ideal deve ser iniciado pela avaliação do periodontista, que, através de um tratamento periodontal prévio, pode reduzir o potencial de infecções provenientes de sítios periodontais e a severidade das mucosites. A presença do periodontista no atendimento e acompanhamento desse grupo de pacientes faz toda a diferença antes, durante e após o tratamento oncológico, onde os cuidados com a higiene bucal devem ser ainda mais rigorosos.

Vale lembrar também que o momento do diagnóstico e início do tratamento da doença são geralmente bastante conturbados e de muita ansiedade perante o paciente e seus familiares, sendo difícil, por muitas vezes, conscientizá-lo da necessidade de ir ao dentista.

Na INNOVARA, através de uma equipe especializada e atendimento humanizado, planejamos todo o tratamento odontológico necessário e indicado para cada fase do tratamento oncológico, incluindo a laserterapia para prevenir e tratar a mucosite e outras manifestações orais.

Além disso, você encontra a Laserterapia HOME CARE realizada por nossa equipe, caso não se sinta bem o suficiente para se deslocar até a clínica e necessite de maior comodidade. Ainda tem dúvidas? Ligue para nós e agende uma avaliação!


maquina-laser-mao-medico-1-1200x628.png

janeiro 25, 2019 Laserterapia

Tecnologia e inovação são assuntos discutidos continuamente em todos os lugares. Na odontologia, não poderia ser diferente. Esse universo tem levado pessoas a buscarem tratamentos mais biológicos, rápidos e confortáveis, que vão muito além dos dentes. Assim, o trabalho transdisciplinar, integrando as equipes de saúde com foco na qualidade de vida de cada pessoa, passa a ser essencial nos dias de hoje.

Como todos já sabem, laser é uma luz, que vem conquistando há mais de uma década pacientes no segmento da odontologia. Mas, mesmo se tornando cada dia mais popular, a terapia com laser ainda gera dúvidas entre as pessoas. Muitas desconhecem os verdadeiros efeitos, benefícios e as principais indicações desse tratamento tão inovador. Por isso, preparamos um conteúdo especial para explicar melhor sobre os lasers que podem ser utilizados nas diversas especialidades da odontologia.

Confira a entrevista com a Dra. Tatiana Franco, que apresenta vasta experiência na área desde 2008 com algumas publicações em revistas internacionais e vem associando sempre as melhores evidências científicas à sua prática clínica diária com ótimos resultados juntamente com a sua equipe.

1. Quais os tipos de lasers usados na odontologia?

Dra. Tatiana: No Brasil, os lasers mais usados são os de Diodo de baixa e alta potência.

O Laser de baixa potência atua em nível celular, promovendo a biomodulação. A fotobiomodulação, também conhecida como laserterapia, atua no restabelecimento da saúde celular nos diferentes tecidos e apresenta ampla aplicação terapêutica em adultos e crianças. As principais ações dessa terapia são modular a inflamação, promover analgesia e acelerar a reparação tecidual, trazendo mais bem-estar e qualidade de vida aos pacientes de todas as idades, afirma Dra. Tatiana Franco.

O laser de diodo de alta potência é chamado de Laser cirúrgico. É capaz de substituir o bisturi, interagindo com os tecidos moles da boca, sem sangramento e dor, diminuindo muito o tempo de cicatrização. É bastante indicado na cirurgia plástica gengival, reduzindo sorrisos com gengiva em excesso e manchas escuras, que muito podem comprometer a estética e qualidade de vida do paciente. A remoção de freios linguais de bebês e crianças através da lasercirurgia já é uma realidade e possibilita um procedimento mais rápido e confortável, quando comparado ao método convencional.

Além disso, os efeitos antimicrobianos do Laser de alta potência promovidos na descontaminação de bolsas periodontais, peri-implantares e durante a instrumentação de canais radiculares, também devem ser citados com segurança, afirma Dra. Tatiana Franco, que desde que investiu neste equipamento vem indicando para seus pacientes.

2. Como é a feita a utilização deles?

Dra. Tatiana: Pode ser usado como tratamento único ou associado a tratamentos convencionais. Como exemplo, podemos citar a relevante utilização na prevenção e no tratamento da mucosite oral em pacientes submetidos à quimio e/ou radioterapia contra os diversos tipos câncer, aftas recorrentes, herpes, hipersensibilidade dentinária, DTM e outros. Após cirurgias orais, periodontais e para colocação de implantes, colabora para um pós-operatório sem dor, diminuindo o edema e acelerando a cicatrização.

Na chamada terapia fotodinâmica (PDT), apresenta também ação antimicrobiana quando associado a um corante fotossensível, promovendo a morte de bactérias, fungos e vírus. A PDT vem sendo utilizada como coadjuvante nos tratamentos da periodontite e peri-implantite dos canais radiculares e outros com bastante sucesso, observa Dra. Tatiana, que sempre utiliza associada aos tratamentos de periodontia e implantodontia.

3. Onde encontrar tratamentos com Lasers?

Dra. Tatiana: Os tratamentos com lasers de Diodo de Alta e Baixa potências nas diversas especialidades podem ser encontrados na Innovara Odontologia Moderna. Já são anos atendendo os pacientes e realizando tratamentos baseados nas melhores evidências científicas, com seriedade, comprometimento e entrega de melhores resultados.

Contamos com uma equipe de especialistas em periodontia, endodontia, implantodontia, odontologia oncológica, odontologia estética, patologia bucal, ortodontia, estomatologia e muito mais. Cada tratamento é especialmente personalizado e de acordo com as expectativas dos pacientes.

Para ser atendido pelos profissionais da clínica, é muito simples. O paciente pode entrar em contato através do telefone, WhatsApp, site ou até por e-mail. A escolha fica a critério do interessado.

Aproveite para contatar a Innovara e garanta um atendimento de alto padrão com a mais moderna tecnologia Laser!



Resp. Técnica: Dra. Tatiana Franco
CRO RJ 21630 | EPAO 369


Av. Armando Lombardi, 1000

Bl. 01 – Sls. 216 e 217
Barra Life Medical Center
Barra da Tijuca – CEP 22640-000
Rio de Janeiro-RJ


(21) 2486 3932 | 2143 0898
(21) 99965 0372

Não aceitamos Convênios


Fique por dentro das novidades da INNOVARA e cadastre-se agora!



Site desenvolvido por Agência Vulpix

WhatsApp chat