AS DOENÇAS PERIODONTAIS NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA: COMO PREVENIR?

outubro 24, 2018
inf.png

Quando o assunto é a saúde bucal da criança, o foco geralmente é a prevenção e/ou tratamento da doença cárie, visto que é a patologia que mais acomete a cavidade bucal durante a infância. Porém, apesar de menos prevalente nessa faixa etária, a doença periodontal merece atenção especial, pois é comum a presença de gengivite na dentição decídua e mista, que pode se agravar durante a adolescência, devido às mudanças de hábitos, alterações hormonais e o uso de aparelhos ortodônticos.

O principal  fator etiológico é o acúmulo do biofilme bacteriano e o seu estágio inicial, manifesta-se sob a forma de gengivite,  podendo ser modificada por fatores sistêmicos, utilização de medicamentos ou má nutrição.
O quadro clínico é caracterizado pela vermelhidão intensa e hipertrofia tecidual, sangramento espontâneo das gengivas ou provocado pela sondagem ou escovação dentária. As reações inflamatórias podem se tornar mais exacerbadas à medida que avança a idade das crianças.
Em fases posteriores, decorrentes da própria evolução, a doença pode se manifestar sob a forma de periodontite, com a inflamação envolvendo, também, todos os tecidos de proteção e de sustentação dos dentes, caracterizada pela perda do tecido conjuntivo de sustentação e do osso alveolar.

A Periodontite não é tão frequente, mas geralmente está  associada a fatores de natureza aguda ou crônica, decorrente de alguma condição sistêmica. As formas mais graves de periodontite em crianças geralmente são familiares, com uma predisposição genética para a doença agressiva, e o tratamento pode incluir antibioticoterapia, terapia não cirúrgica e cirúrgica.

Portanto, devemos  considerar  que o que é mais efetivo na diminuição da prevalência das doenças periodontais em crianças e adolescentes é o controle do biofilme bacteriano. Até os sete anos de idade, muitas crianças não têm coordenação motora suficiente para realizar uma correta higiene bucal, com escova e fio dental. Assim, os pais e/ou cuidadores devem  ser orientados a executar a higiene bucal das crianças, até que elas tenham mais destreza manual.

A atuação do odontopediatra na educação e prevenção das doenças Cárie e Periodontal é fundamental, não descartando o tratamento clínico quando for preciso e garantindo assim, a manutenção da  saúde bucal dos mais jovens ao longo da vida.

Dra. Paula Cunha
Especialista em Odontopediatria ABO-RJ
Pós- graduada em Odontologia para Bebês OCEX-RJ
Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Odontopediatria
Ref. Bibl.   Song HJ. Periodontal considerations for children. Dent Clin North Am 2013;57(1):17-37.


Resp. Técnica: Dra. Tatiana Franco
CRO RJ 21630 | EPAO 369


Av. Armando Lombardi, 1000

Bl. 01 – Sls. 216 e 217
Barra Life Medical Center
Barra da Tijuca – CEP 22640-000
Rio de Janeiro-RJ


(21) 2486 3932 | 2143 0898
(21) 99965 0372

Não aceitamos Convênios


Fique por dentro das novidades da INNOVARA e cadastre-se agora!



Site desenvolvido por Agência Vulpix

WhatsApp chat